29/10/2015

Educação com teconologia

O psicanalista Carl Gustav Jung foi um estudioso das imagens. O pensamento é valido: uma imagem vale, sem dúvidas, mais do que mil palavras. Não é a toa que a produção audiovisual pode ser um importante instrumento de comunicação, tanto para empresas como uma forma de divulgação institucional, como para escolas e outras instituições de ensino como ferramenta de aprendizado.

A geração dos anos dois mil é conhecida como “nativos digitais”, ou seja, eles nasceram praticamente com um touchscreen na ponta dos dedos. A mudança que essa geração presenciou está propondo novos métodos, inclusive no processo educacional. Os estudantes buscam conteúdos apresentados de forma criativa, que conseguem passar a sua mensagem de forma simples e funcional. E nesse sentido, o produto audiovisual é um tiro certeiro que cria espaços de aprendizagem mais ricos.

Nós, aqui da Oz Produtora, participamos de alguns projetos nesse sentido, como o Animando Vidas, nosso xodó! Nele, os filhos de funcionários de grandes empresas aprendem todo o processo de uma animação e produzem um curta que é exibido aos pais como parte de uma campanha de conscientização. Todo o roteiro, desenhos, dublagem e conteúdo desse material é feito pelos pequenos, sempre envolvendo questões sobre meio-ambiente, segurança do trabalho e a importância do bem.

 

Outro projeto bacana é o AquaMundo, um produto do Instuto EPTV, afiliada da Rede Globo, em parceria com o Instituto Internacional de Ecologia e Gerenciamento Ambiental e a Frux Design. A carreta itinerante passou por várias cidades do interior de São Paulo levando diversos recursos interativos com conteúdos sobre conscientização ambiental e preservação da natureza. Você pode saber mais detalhes clicando aqui.

O produto audiovisual amplia as possibilidades de ensino e favorece o aprendizado. Já pensou em levar essa ideia para a sua escola?



 Mais publicações