21/10/2015

Será o YouTube a Próxima Televisão?

Segundo o Youtube, a cada minuto são carregadas 300 horas de vídeos sobre os mais variados assuntos – pets fofos, crianças, receitas, clipes, filmes, desenhos, comerciais antigos, debates, shows, uma infinidade de dicas e tutoriais... É possível tirar qualquer tipo de dúvida no ambiente online. Quem nunca pesquisou sobre uma função do celular na internet ao invés de procurar no manual, não é?

 

Mas as funções da internet vão muito além das utilidades e o meio audiovisual vem passando por uma grande revolução digital. PopCorn Time, Netflix, Deezer, Spotfy e outros estão reinventando o modelo de distribuição de conteúdo. E o Youtube, que não é bobo, acaba de anunciar o YouTube Red, um tipo de assinatura paga do site, que dá direito a diversos conteúdos e funcionalidades exclusivas. Sim, é aNetflix do Youtube.

 

Quem escolher pagar a mensalidade (que varia de US$ 9,90 a US$12,90) além de ter acesso a uma série de conteúdos exclusivos (a lista você confere clicando aqui) poderá ainda salvar os vídeos para assistir offline,  ouvir música com a tela desligada e dizer adeus aos anúncios

 

Será que quando Jawered Karim postou o primeiro vídeo no Youtube, desenvolvido por ele e os amigos Steve Chen e Chad Hurley em abril de 2005, eles imaginavam que o site se tornaria uma ferramenta tão importante para a revolução da comunicação e, sem exagero, do consumo de informação da sociedade contemporânea?

O Youtube surgiu em uma época de valorização da imagem. A comunicação que vemos na publicidade e no jornalismo tem dado mais valor às imagens do que ao verbo: o sucesso de plataformas como o Instagram e Snapchat estão aí para confirmar. E foi aí que  pessoas comunos pegaram carona na oportunidade. Surgiram então os Youtubers: apropriados de uma velha máxima “uma ideia boa na cabeça, uma câmera na mão” com uma pitada de modernidade: as infinitas possibilidades da internet

 

Fenômenos como Felipe Neto, PC Siqueira, Kéfera e a recente Jout Jout tornaram-se celebridades (ou melhor webcelebridades!) a partir de  criações audiovisuais produzidos e publicados no Youtube. Hoje já observamos muita gente usando a plataforma para encontrar conteúdo de entretenimento. Fica então a reflexão: Será o Youtube a próxima televisão? O que você acha? 



 Mais publicações