13/11/2014

10 documentários que podem mudar sua visão de mundo

Temos uma opinião formada sobre tudo. Mas nem sempre paramos para analisar friamente e entender logicamente tudo isso.

Você já parou para pensar no caminho que a comida faz antes e depois de chegar ao seu prato? Já pensou sobre o mundo das grandes corporações e todas as mudanças que elas causam no mundo? Refletiu sobre a perda de privacidade que temos hoje e que pode acarretar em um futuro totalmente controlado? Pensou como as coisas estão programadas para ter um fim para que o consumo seja incentivado?

São tantas questões! Por esta razão separamos 12 documentários que vão tratar essas e outras questõe e que podem mudar sua visão de mundo, confira:

Ilha das Flores:

Ilha das Flores é um filme de curta-metragem brasileiro, do gênero documentário, escrito e dirigido pelo cineasta Jorge Furtado em 1989, que explica didaticamente como a economia gera relações desiguais na sociedade.


A Corporação:

A Corporação esclarece porque grandes empresas podem ser um problema pro mundo mesmo se ela for composta de indivíduos bem intencionados e até programas sociais.


Terms and Conditions may apply:

O documentário busca revelar o que vem sendo feito pelas corporações e os governos que possuem acesso ilimitado às informações dos usuários por meio de bancos de dados em computadores e celulares, permitidos de serem acessados ao se clicar "aceitar" em um termo de uso.


Olhos Azuis:

A professora e socióloga Jane Elliott ganhou um Emmy pelo documentário de 1968 "The Eye of the Storm", em que aplicou um exercício de discriminação numa sala de aula da terceira série, baseada na cor dos olhos das crianças. Hoje aposentada, aplica workshops sobre racismo para adultos. "Olhos Azuis" é o documentário de um desses workshops em que o exercício de discriminação pela cor dos olhos também foi aplicado.



Food Matters:

O documentário confronta a medicinal tradicional com a ortomolecular, a medicina baseada na nutrição. Mostra quão equivocada está a nossa maneira de tratar as doenças.



In the shadow of the moon:

In the Shadow of the Moon [parece ser] um lindo documentário assinado por Ron Howard sobre o projeto Apolo. Entre 1968 e 1972, nove americanos viajaram de espaçonave à Lua, e 12 homens andou sobre sua superfície. NA SOMBRA DA LUA traz junto pela primeira, talvez a ultima vez a sobrevivência de membros da tripulação de cada missão da Apollo que voou à Lua, junto com um ótimo material de arquivo re-dominado da metragem original do filme da NASA.



Gasland:

Ao receber uma carta de uma companhia de gás natural oferecendo 100 mil dólares para poder explorar seu terreno para extrair gás, Josh Fox inicia uma pesquisa pelos Estados Unidos e descobre um verdadeiro rastro de mentiras, contaminações e suspeitas que se transformam no filme Gasland.



Exit through the gift shop:

O documentário, dirigido por Banksy (aquele, da introdução polêmica dos Simpsons), narra a surpreendente história de Thierry Guetta, um videomaker francês vivendo em Los Angeles que é convidado a registrar os expoentes da street art com o intuito de realizar um filme sobre eles. 



Paradise or Oblivion:

O documentário explica a necessidade de superar os métodos ultrapassados ​​e ineficientes de política, direito, negócios, ou qualquer outra “noção estabelecida” de relações humanas, e usar os métodos da ciência combinados com alta tecnologia para suprir as necessidades de todas as pessoas do mundo, criando um ambiente de abundância para todas as pessoas. Essa alternativa eliminaria a necessidade de um ambiente controlado pelo dinheiro e programado desde sempre para a escassez, dando espaço para uma realidade onde humanos, tecnologia e a natureza coexistem por um longo tempo em equilíbrio.



Obsolescência Programada:

Um documentário pra entender como os produtos são projetados e construídos para durarem pouco já há um bom tempo (não são só os smartphones) e como essa "regra" do sistema gera lixo para o planeta.



Tem mais algum para adicionar à lista? Indique pra gente!



 Mais publicações